Para uma história de amor durar...




Para uma história de amor durar,

É preciso reconhecer-se espelho

nos olhos do seu bem.

E enxergar que até nas coisas que você fala:

“Ah, neeem!”

São elas mesmas,

provas de que é preciso ir um pouco além...


Para um amor de verdade se perpetuar,

É preciso fogo, água, terra e ar.

É preciso perdão,

cristais,

ervas sagradas,

banho de cheiro

E de mar..


É preciso com os desequilíbrios dos astros,

saber lidar.

E nas diferentes teorias,

Sobre as mais diversas e possíveis éticas

Que rege a imaginação de cada um:

Saber transitar...


É preciso estar disposto a rever caminhos

e fazer dos descaminhos,

Vagalumes de Esperança...


É preciso conceder Liberdade

Para que o outro,

Se assim quiser, Voe.

E é preciso também saber ser ninho,

Quando ele voltar...

Para uma história de amor resistir ao tempo,

Não dá pra sucumbir frente à qualquer

Descontentamento...

Há que saber transformar em brisa:

O lamento.

E quando a guerra for grande,

Nada como uma boa prosa.

Para intermediar os sentires

Afinal,

só com muita conversa

É que o amor antigo,

às dores,

resiste...


Pra uns, correr alivia.

Pra outros, nada melhor que silêncio

E um bom cobertor.

Para uma história de amor durar,

É preciso coragem.

Leveza.

Bom humor.

E enxergar a beleza por trás da permanência do amor.


E ao admirar a permanência do amor,

Saber-se vulnerável,

Afinal,

Na verdade, não tem absolutamente nada permanente.

A vida é impermanente.

Não há permanência na dor,

nem no ardor.

Impermanente é o próprio caminho do amor...


Para um amor não sucumbir ao tempo,

É preciso entrega e incremento.

Saber-se pequeno,

Dosar as expectativas.

Diminuir o controle.

Entregar ao relento,

O que quiser e vier trazer

O próprio tempo...


Acima de tudo,

É preciso ser gente...


Um amor de longo prazo,

Não é conto de fadas

É realidade em prestações.

E Resiste à muita coisa:

Até mesmo, aos furacões...


Para uma história de amor durar...

É preciso muito além do que o próprio amor.

É preciso ter desejo.

Mas não um desejo carnal...

Nem de corpos,

Que ardem na vontade de se encontrar.

Eu falo de um desejo de fazer mergulhos...

Um na Alma do Outro,

E de um desejo

Que se intensifica a cada novo mergulho dado,

Porque quanto mais submerso,

Maior o encontro consigo mesmo...


Para uma história de amor durar,

Além de simplesmente amar,

É preciso querer esse encontro consigo.

Querer ver o que é bom,

Mas também o que parece perigo.

É preciso nas andanças da Vida

Caminhar Sozinho

Acreditar,

Não na unicidade das Almas,

Mas na parceria.


Navegar cada um em um barco

Disposto a encontrar-se na partilha.

Para amar à longo prazo é preciso primeiro amar-se.

E fazer dos desafios,

Novas possibilidades

De reconstrução

Do mesmo e velho

amor.

Poesia de Isabella Stephan, Para uma história de amor durar

INSTAGRAM: @EUTEDOUAMINHAPAZ

FACEBOOK: /EUTEDOUAMINHAPAZ



INSCREVA-SE TAMBÉM NA MINHA NEWSLETTER E FIQUE SABENDO DE TUDO O QUE ROLA EM PRIMEIRA MÃO

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • whatsapp
  • mail-2

© 2020 . eutedouaminhapaz

ETDMP_2020_Logo.png
0